Bilhete Único: atenção para as mudanças

A SPTrans informa que os usuários detentores de cartões do Bilhete Único emitidos antes de 2014, com créditos excedentes a R$ 43 do tipo Comum, têm até o dia 30 de setembro para utilizá-los. A medida tem o objetivo de combater fraudes na utilização do Bilhete Único.
Após esse período haverá bloqueio dos créditos do tipo Comum caso o valor seja superior a R$ 43 nessa carteira. Para reavê-los será preciso se cadastrar no site bilheteunico.sptrans.com.br e, após conclusão e aprovação da foto, retirar o novo cartão personalizado em um dos terminais de ônibus municipais. Em 72 horas, o munícipe poderá fazer a restauração dos créditos remanescentes. Caso não entregue o cartão antigo, será cobrada uma taxa de R$ 30,10, equivalente a sete tarifas.
Vale ressaltar que não haverá bloqueio do cartão, mas dos créditos do tipo comum. Por exemplo, caso o munícipe tenha crédito Comum excedente a R$ 43 e Vale-Transporte no mesmo cartão, poderá continuar utilizando os créditos de Vale-Transporte normalmente.
Em maio, a Secretaria de Mobilidade e Transportes (SMT) prorrogou o prazo para uso dos créditos do tipo Comum por mais quatro meses para beneficiar os passageiros que possuíam saldo excedente e não conseguiriam utilizá-los até 1º de junho.
Quem precisa trocar o Bilhete Único? Somente quem possui no mesmo cartão as seguintes situações: utiliza somente crédito Comum; não tem créditos vale-transporte; o cartão foi emitido antes de 2014 ou é anônimo; e não utilizará o excedente de crédito comum acima de R$ 43 até 30/09/2019.
A SPTrans orienta o usuário a consultar a situação do seu Bilhete Único através do link http://www.sptrans.com.br/consultabilhete, antes de se dirigir a um Posto de Atendimento.

Acesso Rápido

LGPD x Recrutamento e Seleção, especialista avalia impactos nas empresas

“Além do consentimento do candidato para armazenar os dados, a LGPD obriga gestores a usá-los …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *