Museu de Realidade Virtual que simula mudanças climáticas

A Universidade de São Paulo inaugurou nesta segunda-feira, 8 de abril, o Digital Lab, nome dado ao novo e primeiro museu de ciência, tecnologia e imersão. O espaço fica no campus Butantã, no prédio do Inova USP.
O projeto foi desenvolvido pelo Centro de Pesquisa e Inovação em Gases de Efeito Estufa que estuda justamente novas tecnologias para a transição enérgica e quer preparar as gerações para amenizar os problemas das mudanças climáticas. Atualmente, o Centro de pesquisa tem oito programas com quase 60 projetos em andamento. Dentre eles, um que pretende reter o metano, que é um gás poluente e um dos responsáveis pelo efeito estufa, da atmosfera.
O trabalho une ciência, tecnologia e arte e tenta mostrar que o Brasil tem potencial para cumprir o Acordo de Paris, ou seja, pode ajudar a diminuir os efeitos das mudanças climáticas.
O acordo foi assinado em 2015, durante a COP21, em Paris. Seu principal objetivo é manter o aquecimento global do planeta bem abaixo de 2°C até o final do século e buscar esforços para limitar esse aumento até 1.5°C.
O objetivo é mostrar para a sociedade a oportunidade única que o Brasil tem de ser um dos líderes mundiais nessa questão de transição energética.

Acesso Rápido

Reaberto novo Museu Casa Mário de Andrade, ampliado e totalmente acessivo

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *