Parque Ibirapuera terá alteração na cobrança do estacionamento a partir desta sexta-feira

As mudanças na cobrança e valores do estacionamento do Parque do Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo, entrarão em vigor a partir desta sexta-feira (6).
De acordo com a empresa responsável pelo gerenciamento do espaço, a cobrança, que começava às 10h durante a semana, agora será aplicada desde a abertura até o fechamento, ou seja, das 5h até as 24h.
Os valores também serão diferentes. O motorista que pagava R$ 5 cinco reais por duas horas e poderia renovar por mais duas, vai passar a pagar R$ 10 pela diária durante a semana e R$ 12 aos finais de semana.
Quadras e parquinho – No primeiro final de semana de liberação para funcionamento, o Parque do Ibirapuera ficou entre os cinco mais visitados no período, e recebeu 66.525 visitantes.
Por conta da alta demanda, a administradora do parque cancelou a reserva online gratuita de quadras do parque, que estava em teste.
Segundo a empresa, a suspensão foi recomenda pela Prefeitura e vale até a reabertura da área esportiva do Ibirapuera, ainda sem data prevista.
No último final de semana, os espaços funcionaram por livre demanda e passariam a ser liberados para uso mediante agendamento. Entretanto, administradora decidiu suspender a autorização.
Estaduais X municipais – A reabertura dos parques aos finais de semana e feriados na cidade de São Paulo criou uma discrepância no funcionamento dos equipamentos de lazer desses locais.
A abertura de quadras de esportes coletivos e playgrounds estava permitida em parques municipais, como o Parque do Ibirapuera.
No entanto, nos parques estaduais, como o Parque Villa-Lobos e o Parque da Juventude, quadras e parques infantis permanecem interditados ao público.
As quadras do Ibirapuera tiveram grande movimento na reabertura neste fim de semana. Cartazes alertavam, porém, que as quadras estão funcionando somente com agendamento prévio. No entanto, no feriado de Finados, os locais funcionaram sem necessidade de reserva.
Já no Villa-Lobos e no Parque da Juventude, que são de gestão estadual, as quadras e playgrounds permaneceram fechados nesta segunda. Cartazes alertavam para a interdição dos equipamentos no Villa-Lobos.
O decreto municipal publicado no dia 27 de outubro, que permitiu a reabertura dos parques da capital aos finais de semana, não estabelece restrições ao funcionamento das quadras, como ocorria nos decretos anteriores, que determinavam as restrições de funcionamento por conta da pandemia de Covid-19.
Em nota, a Prefeitura afirmou que “recomenda que não sejam utilizados os parquinhos infantis e equipamentos de ginástica, e que os frequentadores evitem a prática de atividades em grupo e que possam causar aglomerações no interior dos parques municipais”.

Acesso Rápido

Estatuto da Pessoa Idosa sofre alterações. Saiba seus direitos!

O Estatuto do Idoso (Lei nº 10741/2003), a qual fui membro da Comissão Especial para …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *