Prefeitura renova acervo da Biblioteca Mário de Andrade

Fechada durante a pandemia da covid-19 como parte das medidas de isolamento social, a Biblioteca Mário de Andrade teve sua Seção Circulante, aquela dos livros de empréstimo ao público, renovada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.
Na última sexta-feira (31), foi publicado no Diário Oficial o resultado do edital convocado em abril para que as editoras sugerissem lançamentos de seus catálogos para integrarem o acervo da Mário. O edital foi desenhado a partir da interlocução com o Conselho do PMLLLB – Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca e resultou em uma lista final de 1.556 títulos, contemplando 77 editoras de todos os perfis e portes, num valor total aproximado de 116 mil reais (preço de capa). Cada editora foi contemplada com valores de até R$ 2 mil.
É a primeira vez que as editoras são convidadas a elencar suas sugestões e o efeito disso é que a equipe envolvida nesse trabalho, constituída por oito bibliotecários, pode escolher a partir de um repertório muito mais ampliado. Encontrando títulos que poderiam ter passado despercebidos por não terem tido tanta divulgação na imprensa, garantiu-se a bibliodiversidade.
A seleção feita pela equipe foi pautada pela diversidade cultural, de gênero, étnico-racial, política e de pensamento, incluindo a literatura periférica. A equipe de desenvolvimento de coleções continua a ter total autonomia para escolher também o que não veio via edital, ou seja, a partir de indicações de usuários e especialistas em diversos campos do conhecimento.
Quando for possível a reabertura ao público, a Biblioteca Mário de Andrade terá outra novidade: a renovação de seu programa de mediação e clubes de leitura. Desde abril, uma equipe de 22 funcionários das quatro supervisões da Biblioteca — atendimento, acervo, planejamento e ação cultural – vem passando por treinamentos on-line para que a programação voltada à leitura seja potencializada. Até o momento, foram realizados seis cursos e oficinas diferentes.
A área de Ação Cultural da Mário não parou suas atividades durante a quarentena. Com a migração para o on-line, está sendo oferecida uma programação de teatro, debates, performances e música abrangendo as áreas de literatura, humanidades e questões contemporâneas sempre às segundas, quartas e sextas no YouTube. Além da programação inédita, também são divulgados os áudios dos eventos ocorridos em 2019. Essas atividades representaram um crescimento de 98% do canal, atingindo mais de 78 mil visualizações.
Fonte: capital.sp.gov.br

Acesso Rápido

Reaberto novo Museu Casa Mário de Andrade, ampliado e totalmente acessivo

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *