Preservação do meio ambiente e economia solidária

As cooperativas de reciclagem têm prestado um importante serviço para a cidade de São Paulo. Além de realizarem uma atividade que contribui para a preservação do meio ambiente, elas promovem a economia solidária, gerando renda para seus cooperados.
É o caso da Cooperativa de Reciclagem Crescer, que já esteve em bairros, como Pirituba e Jaraguá, e desde o início deste ano está instalada em um galpão de 1.200 metros quadrados. na Lapa de Baixo.
No espaço, locado pela Prefeitura de São Paulo, trabalham 36 cooperados e são recebidos cerca de 125 toneladas mensais de resíduos sólidos recicláveis, como papéis, vidros, plásticos e alumínio, entre outros. Porém, ainda há muitos rejeitos e, por mês, aproximadamente 90 toneladas são efetivamente recicladas. “Estamos trabalhando na capacitação de nossos cooperados, visando aumentar a eficiência do processo de triagem, para reduzir os rejeitos”, esclarece o presidente da Cooperativa, Jair do Amaral.
São quatro as fontes que servem de entrada dos materiais na cooperativa: o Instituto Muda, que promove práticas sustentáveis em condomínios da Cidade de São Paulo; as concessionárias Inova (que leva resíduos provenientes dos ecopontos) e Loga (responsável pela coleta seletiva domiciliar de resíduos sólidos) e os recolhidos por conta própria.

Coleta seletiva
Apesar da necessidade de se separar, por exemplo, materiais recicláveis dos orgânicos, estima-se que somente 30% dos bairros da Capital sejam atendidos pela coleta seletiva. Nas ruas onde não há o serviço, a orientação é para que os moradores levem os resíduos recicláveis para um dos mais de 100 ecopontos ou coloque-os em uma das 1.500 lixeiras de entrega voluntária espalhadas pela cidade. Moradores da zona oeste e norte podem entrar no site da Loga (www.loga.com.br) para saber se a sua rua é contemplada pela coleta seletiva.  Além da ampliação da coleta seletiva para todo o município, Amaral defende que a educação ambiental seja um tema explorado nos anos de ensino fundamental. “É preciso conscientizar essas novas gerações para a importância do tema”, diz.

Reciclômetro
Estima-se que a Cidade de São Paulo produza 20 mil toneladas diárias de lixo, das quais 60% são de resíduos domiciliares, mas apenas 3% deles são reciclados.  Quem quiser entender um pouco mais sobre o cenário da reciclagem de resíduos sólidos tem no site www.reciclometro.com um forte aliado. Ele tem o objetivo de simplificar e integrar as informações da coleta, produção e comercialização desses materiais, permitindo o acesso em tempo real desses dados. Promove ainda o fomento da coleta seletiva e dos parceiros estratégicos do projeto, além da educação ambiental voltada para destinação correta de resíduos.

Cooperativa de Reciclagem Crescer – Rua Marina Ciufuli Zanfelice, 289, Lapa de Baixo. Telefone (11) 3902-8222 e e-mail
crescer.coooperativa@outlook.com. Funciona de segunda a quinta-feira, das 8h às 18h, e sexta-feira, das 8h às 17h. 

Acesso Rápido

LGPD x Recrutamento e Seleção, especialista avalia impactos nas empresas

“Além do consentimento do candidato para armazenar os dados, a LGPD obriga gestores a usá-los …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *