Será que estamos preparados?

Mal começou a Primavera e a força da natureza já mostrou suas garras… e olha que estamos apenas no começo, até que as águas de  março fechem o verão. Ou seja, será que estamos preparados para o que estar por vir? E entende-sa por estar preparado, se principalmente o poder público fez a sua parte, ou seja, limpeza de ruas, bueiros e galerias, desobstruções dos piscinões, rebaixamento  das calhas dos rios Pinheiros e Tietê, além é claro a parte dos munícipes com relação ao lixo jogado nas ruas, e ou,  o descartado irregularmente.
Pelo segundo dia consecutivo, fortes chuvas atingiram a cidade de São Paulo na tarde desta terça-feira (20). O temporal durou de 14h10 às 16h30 e foi ainda mais intenso do que o registrado na segunda-feira. A zona norte da capital foi a mais prejudicada, com ruas e casas alagadas, vias que viraram rios e imagens de carros empilhados após serem arrastados pela correnteza.
A chuva começou por volta de 14h10, quando as zonas norte e leste e a região da Marginal Tietê entraram em estado de atenção – que às 15h34 abrangia toda cidade. A situação só se normalizou às 16h30. Neste período, três regiões entraram em estado de alerta: Casa Verde, Sé e Ipiranga, por conta de córregos que transbordaram.
freguesiaEm Pirituba, região noroeste da capital, choveu granizo às 15h15.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, até as 17h20, foram registrados 44 chamados de enchentes – a maioria na zona norte -, 37 de queda de árvores e três de desabamento.
O temporal atingiu também os municípios de Caieiras, Arujá e Guarulhos, na Região Metropolitana.
O trânsito na zona norte foi também o mais prejudicado por conta da chuva. A cidade de São Paulo registrava 83 km de congestionamento às 17h20, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), sendo 31 km registrados na zona norte.
Falta de luz – O abastecimento de energia nas zonas norte, leste e central foram os mais afetados pela chuva. De acordo com a concessionária Enel, equipes de campo foram acionadas para atender chamados e restabelecer o fornecimento de energia o mais breve possível.
Ventos – As rajadas de ventos chegaram a atingir 87 km/h no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, às 14h16. No aeroporto de Congonhas, na zona sul, a velocidade chegou a 60km/h, às 16h. No Campo de Marte, na zona norte, os ventos atingiram 37 km/h às 15h, segundo o CGE.

Acesso Rápido

Kawasaki expande presença no Brasil com inauguração da concessionária Sampa K, na Lapa

A Kawasaki, inaugurou mais uma concessionária em São Paulo: a Sampa K, situada na Rua …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *