Univesp: Alunas do Eixo de Licenciatura recriam jogo chinês em plataforma digital

Um tradicional jogo de tabuleiro inspirou as estudantes do Eixo de Licenciatura Mariana Aline Teixeira, Thais Dias, Marcela Arandas, Karina Pereira e Suzy Mary Moreira, do polo de Valinhos, da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), a elaborar o Projeto Integrador (PI) “Pong Hau K’i – Jogo chinês, Como incentivar a autonomia e aprendizagem no Raciocínio Lógico pela Matemática”. A iniciativa conta com a orientação do professor Rogério de Souza Ezequiel.
O passatempo foi a solução encontrada pelas discentes para demonstrar os benefícios dos jogos educativos como atividades lúdicas digitais no processo de desenvolvimento da autonomia de crianças do 3° ano do Ensino Fundamental.
De acordo com o relatório final do PI, atividades recreativas estimulam o pensar consciente dos pequenos educandos sobre situações que se encontram no ambiente escolar e fora dele. “O jogo permite o progresso pessoal do aluno, preparando-o melhor para o exercício da cidadania”, afirma o texto.
Metodologia – A ideia para produzir o projeto surgiu a partir de uma pesquisa qualitativa, feita com estudantes da EMEB Cecília Meirelles, localizada no bairro Jardim Paraíso. “Ao analisar o cenário, percebemos a importância de trabalhar mais próximo das crianças, usando recursos didáticos como o Pong Hau K’i, que pode ser praticado com o uso de materiais tradicionais, como papel sulfite, lápis, botões e régua, ou por meio de recursos e ferramentas de pensamento computacional, como Scratch/App Inventor”, afirmou o grupo.
O jogo físico foi apresentado a uma estudante que demonstrou evolução de desempenho ao longo das partidas. Acreditando nos resultados positivos da ação e para facilitar o acesso ao entretenimento, os discentes desenvolveram o jogo na plataforma Scratch.
“O software é utilizado para a criação de jogos e animações. Ele utiliza blocos lógicos, itens de sons e imagens, além de facilitar o compartilhamento das criações on-line”, explicou a equipe, que pretende mostrar a iniciativa a outras escolas municipais no próximo ano.
Fonte: saopaulo.sp.gov.br

Acesso Rápido

Museu de Realidade Virtual que simula mudanças climáticas

A Universidade de São Paulo inaugurou nesta segunda-feira, 8 de abril, o Digital Lab, nome …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *