Hospital São Camilo ilumina suas fachadas em apoio ao Dezembro Laranja

Ampliar a discussão e conscientizar a população sobre a importância da prevenção ao câncer de pele é de extrema relevância e, em apoio a tradicional campanha Dezembro Laranja, a Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo ilumina suas fachadas durante todo o mês e reforça sua comunicação interna e externa para alertar a todos sobre os devidos cuidados.
Correspondendo a 30% de todos os tumores malignos entre pessoas de pele clara e com mais de 40 anos, o câncer de pele não melanoma é o tumor com maior incidência no Brasil. A doença é responsável por mais de 180 mil novos diagnósticos por ano, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Os casos se apresentam de três formas distintas, sendo os mais comuns os cânceres não-melanoma – carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular – que apresentam altos percentuais de cura quando diagnosticados e tratados precocemente.
A campanha é uma forma de trazer informação à população sobre prevenção e promover a adoção de hábitos saudáveis desde a infância. “Quanto mais cedo começamos a tratar de nossa pele, as chances de desenvolvimento da doença são menores. A campanha tem como objetivo mostrar que câncer de pele é uma coisa séria”, explica a Dra. Silvana Coghi, dermatologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo. A Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo conta com centros de diagnósticos em suas três Unidades (Santana, Pompeia e Ipiranga), permitindo que o paciente realize as consultas médicas e os exames necessários em um único local.
Durante a campanha, a Instituição fará divulgações voltadas para seus colaboradores, através dos seus canais internos. Já o público geral poderá conferir informações sobre prevenção, diagnóstico e formas de tratamento nas redes sociais do Hospital.
Sinais do câncer de pele – De acordo com a especialista, é essencial prestar atenção em modificações na pele, como o aparecimento de manchas, sinais e pintas. Outro alerta é para feridas que não cicatrizam.
“Qualquer um está sujeito a ter a doença e, normalmente, os sinais passam despercebidos, mas se o paciente realizar um autoexame podem ser notados”, afirma a dermatologista.
Para ajudar na prevenção da doença é necessário cuidar da pele e criar hábitos de foto proteção, como evitar exposição solar entre 10h e 16h, utilizar filtro solar com FPS igual ou superior a 30 e utilizar roupas como proteção solar.
Siga o Hospital São Camilo nas redes sociais: @hospitalsaocamilosp

Acesso Rápido

Paraoficina Móvel: programação do mês de junho

A Prefeitura de São Paulo leva aos bairros da cidade a Paraoficina Móvel, uma van …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *