Mulher causa maus tratos a cachorro e deixa animal à beira da morte na Vila Jaguara

Descaso com o cachorro “Chicão” levou o animal a ficar em pele e osso, com anemia, lesões e com mais de 100 larvas no corpo

Uma moradora da Vila Jaguara, foi denunciada por vizinhos por maus tratos a animais. Dois cachorros foram vítimas da agressividade e do descaso da mulher. O mais grave deles estava anêmico, em pelo e osso, com infecções, e repleto de larvas e feridas pelo corpo.
De acordo com Boletim de Ocorrência registrado no 33º D.P. Pirituba, a moradora foi responsável por deixar um dos cachorros à beira da morte. Conforme o laudo apresentado pela veterinária da família que resgatou o cachorro agora apelidado de “Chicão”, o animal estava com lesão na região periana/anal, dificuldades de urinar, desidratação e anemia profunda, necessitando de transfusão sanguínea, além de dores fortes abdominais visíveis à palpação.
O cão chegou à residência em novembro de 2021 em boa saúde, conforme contam os vizinhos. A partir dessa data, além da falta de cuidados básicos e necessários, os problemas de saúde do cachorro foram se agravando, além das lesões causadas por possíveis agressões.
Com o cão à beira da morte em 12 de janeiro, a moradora postou em um grupo do Facebook do bairro que havia “resgatado” o animal e alertou que o mesmo estava com a saúde debilitada. No entanto, essa versão não condizia com a realidade, visto que, até então, ela era sócia de um bar e o próprio cachorro vivia em sua casa desde novembro de 2021.
Em 26 de janeiro, a moradora voltava para casa de madrugada, quando enxotou o cachorro, conforme flagrou uma câmera da vizinhança. Visivelmente abatido, o cão foi resgatado por vizinhos e recebeu os devidos cuidados e todo amor possível, sendo batizado de “Chicão” em homenagem a São Francisco de Assis, protetor dos animais.
Além de Chicão, outro cachorro também pertence à família. O pequeno “Spike” há meses sofre com tamanho descaso e falta de cuidados básicos. Fonte: Arthur Valle

Acesso Rápido

Estatuto da Pessoa Idosa sofre alterações. Saiba seus direitos!

O Estatuto do Idoso (Lei nº 10741/2003), a qual fui membro da Comissão Especial para …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *