Eletropaulo cortará fios irregulares de telefonia em postes na Lapa

A Eletropaulo começou nesta semana a vistoriar e cortar cabos que estiverem irregulares em 2.100 postes localizados na capital paulista, como na Lapa, e nas cidades de  Osasco e Barueri, região metropolitana de São Paulo.
A ação da concessionária acontece após o prazo que as empresas de telecomunicações tinham para adequar suas fiações nestes postes.
Em abril deste ano, uma comissão da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) determinou que as que as operadoras Claro, Telefônica, TIM e Oi adequassem seus cabos às normas técnicas – devem estar etiquetados e ordenados.
O prazo estipulado foi 31 de agosto. Segundo as agências reguladoras, qualquer fiação que não estiver de acordo com as regras pode ser removida após o esgotamento do prazo.
Os 2.100 postes estão distribuídos em 19 ruas da Lapa (zona oeste), Vila Olímpia (zona sul) e Liberdade (região central da capital) e de Osasco e Barueri. A Eletropaulo não informou quais são as vias.
A decisão da comissão tem origem em um processo de 2016, quando a Eletropaulo recorreu às agências exigindo a manutenção dos equipamentos pelas operadoras.
“Existe uma resolução conjunta da Aneel e da Anatel que estabelece desde 2015 a obrigatoriedade dessas teles regularizarem 2.100 pontos por ano”, disse Leandro Aquino, gerente de clientes corporativos da Eletropaulo.
A Telebrasil (Associação Brasileira de Telecomunicações), que representa as empresas do segmento, afirmou em nota que as operadoras cumpriram o cronograma determinado, e que portanto não há risco de interrupção de serviços ao consumidor.
Além disso, a Eletropaulo diz que em fevereiro notificou as 70 empresas com quem tem contrato para que eles identificassem suas redes. Depois, recolheu mais de 6 toneladas de cabos clandestinos.
O uso de pontos em postes é regulamento por resolução conjunta da Aneel e da Anatel.

Acesso Rápido

Cansado de ligações de cobrança e telemarketing, saiba o que fazer!

Quem nunca foi importunado por ligações insistentes de telemarketing e empresas de cobrança, no meio …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *